Uma poesia de Marli Barros

Anúncios

Uma poesia de Mirian Angotti

A Lua e as estrelas A noite está escura, apesar das estrelas cintilarem, Mas a Lua Nova as espreita escondida. Seus olhos se estreitam para que as princesas do céu Não vejam nem o brilho de seu olhar. Observa-as na disputa de poder no brilho E no piscar mais rápido e intenso de cada uma. … Continue lendo Uma poesia de Mirian Angotti

Esconderijo – Mirian Angotti

EsconderijoA menina moça acorda cedinho e resolve andar em novo caminho.Olha ao redor pensando: Acho que vou para oeste, não para leste,Onde o rei Sol desponta e brilha intensamente, sempre sozinho,Ou acompanhado de nuvens brancas que perambulam pelo céu,Formando desenhos diversos como de animais que vagam ao léu.De seus lábios surge um sorriso maroto e … Continue lendo Esconderijo – Mirian Angotti

“Bendito seja” – Adilson Tinoco Rezende

Bendito seja.Poxa! Sinceramente acredito ser;um extraterrestre!Não, não é possível!Quanto mais entendo, ou tento entendero tal, fadado ser humano.Menos acredito, no que vejo. Quantas, tantas barbáries praticadaspor quem deveria, ser exemplo! Ser humano; Ôooo ser humano!Acorda pra vida. Não passamos de meros; meros viajores no mesmo trem.Com destino ao além!Adilson Tinoco   

André Francisco Gil – Poemas

(Enviado pelo Autor em 14/05/2019) . [ defloro descaminhos e rumino ] 1. Deflora capim. Tapete de cortejo. Descaminhos rumino. Roçado é adorno. Desolado e embebendo. Legião do parlamento. Chicote no esqueleto. Flagelado corpo no bico do corvo. Nítido airado. Farrapo e tortura. Engraxate definha no furacão da solidão. Maquete estagnada. Gozo e ternura. Desânimo … Continue lendo André Francisco Gil – Poemas